18 curiosidades muito loucas sobre roupas




Se você está em um site de curiosidades, é porque gosta de curiosidades, não é mesmo? E de qualquer tipo eu imagino, então hoje trouxemos curiosidades e fatos sobre as roupas em todo o mundo.
Confira agora 18 curiosidades muito loucas sobre roupas:


De acordo com uma lenda da Islândia, se tu não adquirir novas roupas no Natal, tu será comido por um gato gigante!


O assassino do pai do Michael Jordan estava vestindo uma camisa do Michael Jordan no momento do crime.


No final do século XIX, os vestidos das mulheres eram tão volumosos que algumas não conseguiam passar pelas portas.


O vestido de noiva mais longo tem 2,9 quilômetros de comprimento.


O jeans possui esse nome por causa dos marinheiros de Gênova, Itália. Eles foram os primeiros a usar este tecido, de origem francesa. Esses genoveses eram chamados de “genes” pelos franceses, e posteriormente, ganharam o apelido de “jeans” pelos americanos.


O Chopine foi o primeiro sapato tipo plataforma, e foram criados para proteger os vestidos das mulheres da lama e da sujeira.


Os militares russos só começaram a usar meias em 2007. Antes disso, eles enrolavam os pés com um pedaço de pano.


Napoleão adicionou botões de bronze às mangas do uniforme de seus soldados para que não limpassem os narizes no uniforme.


Em Scottsboro, Alabama (EUA), existe uma loja que vende apenas o conteúdo de bagagens extraviadas, e nunca reclamadas, das companhias aéreas.


No século XIX, as pessoas usavam camaleões vivos como broches.


Os astronautas não lavam suas roupas no espaço. Eles jogam as roupas sujas para fora da nave, e ela é incinerada na volta para a Terra pelo contato com a atmosfera.


A primeira marca de roupa a ter um design de logo foi a Lacoste, em 1933.


As golas da Era Vitoriana (1837-1901) eram tão apertadas que alguns homens morreram ao usá-las.


Os espartilhos eram tão apertados que também serviam como inibidor de apetite.


As camisas masculinas possuem botões do lado direito, enquanto as femininas possuem botões do lado esquerdo.
As mulheres eram vestidas por suas amas, que eram obrigatoriamente destras. Então, os botões ficavam do lado esquerdo da roupa para que facilitar o trabalho. Já os homens vestiam-se sozinhos. Então, os botões ficavam do lado direito mesmo.


Na cultura árabe, sapatos são considerados algo muito sujo, e mostrar as solas dos sapatos para alguém é algo muito ofensivo. Como tu pode imaginar, jogar os sapatos em alguém é um dos piores insultos possíveis.


A inscrição YKK que vem em muitos zíperes é relativa à marca Yoshida Kogyo Kabushikigaisha, a maior produtora de zíperes do mundo.


Roupa do Papai Noel
Até o final do século XIX, o Papai Noel era representado com uma roupa de inverno na cor marrom ou verde escura. Em 1886, o cartunista alemão Thomas Nast criou uma nova imagem para o bom velhinho. A roupa nas cores vermelha e branca, com cinto preto, criada por Nast foi apresentada na revista Harper’s Weeklys neste mesmo ano.

Tecnologia do Blogger.