Mendigo surdo doa 40 mil euros de esmolas a orfanatos e igrejas



Dobri Dobrev, um homem de 98 anos que perdeu a audição na Segunda Guerra Mundial, anda 10 quilômetros de sua aldeia em suas roupas rasgadas e sapatos de couro para a cidade de Sófia, onde ele passa o dia pedindo dinheiro. 
É um elemento bem conhecido na cidade, por suas prostrações de agradecimento a todos os doadores. Recentemente descobriram que ele doou cada centavo que reuniu – mais de 40.000 euros – para a reforma de mosteiros búlgaros e igrejas, além de pagar as contas de serviços públicos de orfanatos. Ele vive apenas com sua pensão mensal de 80 euros e da bondade dos outros.

A boa vontade é justa e verdadeira. Tudo nela é bom. Não devemos mentir nem roubar, nem cometer adultério. Devemos amar uns aos outros como Deus nos ama. 
—Dobri Dobrev
Confira algumas imagens desse herói da vida real:





Tecnologia do Blogger.