25 coisas que todo mundo já fez mas nunca vai ter coragem de admitir

Exitem coisas que fazemos todos os dias, e por mais que sejam simples, bobas e até mesmo banais, não gostamos de admitir que fazemos.
Confira agora 25 coisas que todo mundo já fez mas nunca vai ter coragem de admitir:


Não achar nada engraçado, mas mesmo assim responder mensagens com emoticons rindo e/ou “hahaha”, “kkkk”…


Acreditar que a morte chegou quando pisa de mal jeito, ou quando sente uma pontada por causa de gases.


Conversar no telefone andando pela casa, fazendo um milhão de coisas (lê-se um milhão de posições esquisitas).


Apagar a última luz da casa e sair correndo para alcançar a cama antes que a morte te pegue.


Recusar a se livrar das 70 camisetas (velhas) que tem no seu guarda-roupas.


Aquele momento em que você está comendo e a pessoa da mesa ao lado não para de gritar.


Comer o restinho de papel que ficou grudado no chiclete.


Fazer contas super básicas (tipo 50+50) na calculadora só pra ter certeza.


Tentar assistir um episódio de 50 minutos sendo que você precisa sair de casa em 20 minutos.


Rir de algo que alguém falou mas que você não faz ideia do que se trata.


Você levanta para ir trabalhar/estudar e fica sentado na cama por uns 15 minutos com o cobertor na cabeça, esperando o mundo acabar.


Fazer contas antes de dormir sobre quanto tempo você ainda tem para dormir.


Você lava os cabelos/rosto em 2 segundos, caso contrário os demônios te pegam.


Fica inventando desculpas para não apagar fotos.


Stalkear alguém e quando percebe está no perfil da esposa do primo do irmão da pessoa.


Fazer planos com os amigos, mesmo sabendo que não existe a menor possibilidade de você ir.


Se fazer de inocente, como aquele momento que você entra em uma loja, sai sem comprar e fica se repetindo “haja naturalmente, haja naturalmente”.


Segurar o controle remoto em uma posição específica como se fosse mudar alguma coisa.


Se intromete, mentalmente, na conversa dos outros, com a intenção de dar conselhos.


Repetir palavras mentalmente como se fosse uma criança ditando, para lembrar como se escreve.


Dar aquele sorriso sem graça quando alguém que você conhece, mas não o suficiente, passa por você e te dá Oi.


Vai comprar alguma coisa pela internet e fica analisando se o valor do frente vale ou não, ou se pode pagar ou não.


Você está procurando o controle e tem alguém sentado, você olha para a pessoa e pergunta se ela está sentada no controle, ela diz que não e você fala para ela se levantar.


Tem um ataque de ansiedade quando as pessoas te pressionam, como por exemplo quando o atendente começa a servir outra pessoa e você ainda não terminou de guardar seu troco.


Fingir olhar outro produto quando uma pessoa está vendo aquele item que você quer.

Tecnologia do Blogger.