21 coisas que quem tem menos de 15 anos nunca vai entender




Só quem viveu, mesmo que pouco, antes dos anos 2000, sabe do que estamos falando. As crianças de hoje não fazem ideia de como era rebobinar um fita k7 com caneta, nem como fazia parte do programa de fim de semana ir na locadora para escolher o filme que a turma ia assistir na casa de algum amigo, e como era desesperador quando a fita enrolava no vídeo cassete.
Confira agora 21 coisas que quem tem menos de 15 anos nunca vai entender:


Usar telefones de disco.


Um celular que não acaba a bateria.


No qual você pode compor seu próprio ringtone.


Ou que tenha o famoso jogo da cobrinha.


Nem faz ideia do que é um tamagotchi.


E como era difícil escolher entre qual baralho usar no jogo paciência do Windows 95.


Ou precisar limpar os cartuchos dos vídeo-games.


Assim como a bolinha do mouse.


E ter horário para usar a internet.


Nem sentiram um frio na barriga quando a tela toda tremia com alguém chamando sua atenção.


Usar uma caneta para rebobinar uma fita K7.


Nem demorar horas para escolher a trilha sonora do passeio.


O quão trágico era se o aparelho não reconhecia o CD gravado.


Passar horas escolhendo os filmes em uma locadora


E na hora do recreio, nunca brincaram de bafo ou tazo.


Como era prazeroso chegar da escola e assistir Família Dinossauro.


Tentar copiar as experiências do Mundo de Beakman.


As melhores coleções da coca-cola.


De dançar É o Tchan!, vibrar quando via uma Brasília Amarela, ou rebolar com Ragatanga.


Chupar um pirulito Push Pop e ficar o dedo todo melado. Ou transformar o palito do pirulito em um helicóptero.


Menos ainda dessas notas.

Tecnologia do Blogger.