20 palavras que são intraduzíveis para outros idiomas




Confira 20 palavras que são intraduzíveis para outros idiomas:


1. Toska
Russo – Vladimir Nabokov descreve-a bem: “Nenhuma palavra em outra lingua cobre todas as nuances de toska. Em seu sentido mais profundo e doloroso, é uma sensação de grande angústia spiritual, frequentemente sem uma causa específica. Em níveis menos mórbidos, é uma dor crônica na alma, uma falta de algo indefinido, um vago desassossego, uma agonia mental. Em casos particulares, pode ser o desejo por alguém ou algo específico, nostalgia. Em seu nível mais baixo, seria um descontentamento, tédio.”


2. Mamihlapinatapei
Yagan (lingual dos indigenas da Terra do Fogo) – Aquele olhar silencioso mas carregado de sentido compartilhado entre duas pessoas que desejam começar alguma coisa mas relutam em dar o primeiro passo.


3. Jayus
Indonésio – Uma piada tão ruim e contada de forma tão miserável que o ouvinte não consegue resistir e cai na risada.


4. Prozvonit
Tcheco –Essa palavra significa ligar para um celular e deixar tocar apenas uma vez para que a outra pessoa ligue de volta, economizando o dinheiro da primeira.


5. Litost
Tcheco – Milan Kundera, autor de A Insuperável Leveza do Ser, falou o seguinte: “Eu procurei em vão em outras linguas uma palavra com o mesmo significado, embora eu ache difícil de imaginar como alguém pode entender a alma humana sem ela”. A definição mais próxima é um estado de agonia e tormento criado pela súbita visão de sua própria miséria (ou nulidade, como diria Gurdjieff).


6. Kyoikumama
Japonês – Uma mãe que incansavelmente obriga seus filhos a serem mais do que bem sucedidos academicamente.


7. Tartle
Escocês – O ato de hesitar ao apresentar alguém porque esqueceu o seu nome.


8. Ilunga
Tshiluba (Sudoeste do Congo) – Famosa por sua intraduzibilidade, segundo a maioria dos tradutores profissionais, a palavra define o comportamento de uma pessoa que está pronto para perdoar e esquecer qualquer abuso cometido pela primeira vez e que o tolera em uma segunda vez, mas não perdoa nem tolera a terceira ofensa.


9. Iktsuarpok
Inuit (a forma como se define o povo que chamávamos esquimós) – Ir lá fora conferir se alguém está vindo.


10. Cafuné
Português-brasileiro – Vocês sabem bem do que se trata, mas eis a explicação do site: o ato de correr os dedos suavemente através do cabelo de alguém.


11. Schadenfreude
Alemão – Bem famosa por seu significado que, por alguma razão, as outras línguas negligenciaram em reconhecer, a palavra refere-se ao sentimento de prazer derivado da visão da infelicidade de outra pessoa. Segundo o site, o programa “America’s Funniest Moments”, os momentos mais engraçados da América, deveria se chamar “America’s Funniest Moments of Schadenfreude”.


12. Torschlusspanik
Alemão – Traduzido literalmente, essa palavra significa “pânico com portões que fecham”, mas seu significado conceitual refere-se ao medo de as oportunidades estarem diminuindo à medida em que se fica mais velho.


13. L’appel du vide
Francês – “O chamado do vácuo” é a tradução literal dessa expressão francesa, que é usada para descrever a vontade instintiva de pular de lugares altos.


14. Dépaysement
Francês – A sensação que se sente quando não se está no próprio país.


15. Ya’aburnee 
Árabe – Ao mesmo tempo morbido e bonito, essa palavra encantadora significa “você me enterrará,” uma declaração da esperança de se morrer antes de outra pessoa porque seria muito difícil viver sem ela.


16. Tingo
Ilha da Páscoa – Ainda bem que não é uma palavra que a gente precise usar frequentemente: o ato de levar gradualmente todas as coisas da casa de um amigo, “tomando-as emprestado”.


17. Hyggelig / Gezellig
Dinamarquês – Muitos acreditam que esta palavra está ligada firmemente ao caráter nacional dinamarquês. Sua tradução “literal” tem conotações de um comportamento amigável, afetuoso, hospitaleiro, mas não é provável que essas palavras capturem verdadeiramente a essência de hyggelig; é mais algo que deve ser experimentado. O redator do site diz que pensa em bons amigos, cerveja gelada e uma lareira.


18. Wabi-Sabi
Japonês – Já se escreveu muito sobre este conceito japonês. Em uma frase, pode ser entendida como uma maneira de viver que se concentra em encontrar beleza nas imperfeições da vida e aceitar pacificamente o ciclo natural de crescimento e decadência.


19. Duende
Espanhol – Como em português, originalmente, a palavra era usada para descrever uma entidade mítica e sobrenatural às vezes bondosa, às vezes maléfica, seu significado mudou para se referir ao poder misterioso que uma obra de arte tem de tocar profundamente uma pessoa.


20. Saudade
Português – Segundo o site, uma das mais bonitos de todas as palavras, traduzíveis ou não, ela se refere ao sentimento de anseio por algo ou alguém que se ama e se perdeu. Fado, ainda segundo eles, seria uma música relacionada à saudade.

Tecnologia do Blogger.