11 curiosidades incríveis sobre a caminhada espacial


O russo Alexey Leovonov converteu-se no primeiro ser humano em realizar uma caminhada espacial. Poucos homens tiveram o privilégio de realizar este passeio no espaço devido à dificuldade e preparação necessária para realizar esta atividade Leia mais em: 10 curiosidades sobre a caminhada espacial.
Confira 11 curiosidades incríveis sobre a caminhada espacial:


Não é possível sair ao exterior imediatamente.
O ser humano está acostumado a uma pressão atmosférica de 101 kilopascais (kPa). A pressão no espaço exterior é nula, motivo pelo qual os trajes espaciais têm uma pressão interna menor que os 100 kPa, para permitir uma maior mobilidade. 
Os astronautas precisam passar por uma descompressão para não sofrer algum problema relacionado à saúde. Entre uma e quatro horas antes da caminhada, eles devem utilizar uma máscara para respirar oxigênio puro, preparando-os para suportar este elemento durante o percurso.


Impossível assobiar dentro do traje.
Devido à pressão tão baixa dos trajes espaciais, resulta quase impossível assobiar dentro deles. De fato, não existem suficientes moléculas de ar para que os lábios possam realizar algum som. 
O traje utilizado pelos cosmonautas norte-americanos durante a viagem à lua, funcionava com 25.5 kPa, o que não permitia realizar nenhum assovio.


Podem perder as unhas.
As caminhadas espaciais costumam durar seis horas. Durante os percursos, os astronautas costumam sofrer a queda das unhas das mãos devido à pressão das luvas e a rigidez das mesmas. 
47% dos ferimentos registradas entre os astronautas de 2002 a 2004 foram feridas nas mãos; inclusive, alguns decidiram arrancar as unhas dantes de realizar qualquer trabalho fora da nave espacial.


Comer dentro do traje.
Parece impossível tomar ou comer algum alimento durante uma caminhada no espaço; no entanto, os trajes contam com uma bolsa com 1,9 litros de água para evitar a desidratação; além de ter fruta ou barras energéticas. 
A única coisa que os astronautas devem fazer para ingerir alimentos é girar sua cabeça para o depósito de alimentos.


Número 1 e 2 dentro do traje.
Uma das perguntas que muitos se fazem é: "Como fazem os astronautas se sentirem vontade dei ir ao banheiro durante as caminhadas espaciais, se não se podem tirar o traje? A roupa espacial tem um sistema de coleta de urina e fezes para estes casos. 
Este coletor é um tipo de fralda que suporta todos os dejetos corporais até por sete horas. Durante a primeira viagem à lua, nenhum dos astronautas defecou em seus trajes.


Refrigeração dos trajes espaciais.
Os trajes espaciais possuem 91,5 metros de pequenos tubos por onde circula água com o fim de refrigerar o corpo dos astronautas e evitar a mudança repentina da temperatura corporal.


Nem todos os trajes são para uso externo.
Existem dois tipos de trajes espaciais. Os especiais para realizar as caminhadas espaciais denominado EVA (Extra Vehicular Activity), que tem cores claras para evitar que atinjam altas temperaturas quando são expostas ao sol. 
Já os trajes para o interior da nave chamam-se IVA, e são de cor laranja, contendo bexigas infláveis que possuem oxigênio, que se inflam quando a pressão na cabine é reduzida.


Trajes espaciais russos e estadunidenses.
Em uma simples olhada, os trajes espaciais parecem iguais; no entanto, existem diferenças entre os estadunidenses e os russos. Os "EMU" como são conhecidos os trajes usados pela NASA, é um traje dividido em três partes: capacete, torso e pernas. 
O vestuário tem uma pressão de 4.3 pascais, motivo pelo qual sua mobilidade é considerada boa. Por sua vez, o traje russo chamado Orlan-MK é muito volumosos e emprega um desenho semirrígido em apenas uma peça. O astronauta entra por uma pequena porta na parte inferior do traje.


Visor abaixo, nem sempre.
O capacete do traje espacial conta com um visor que protege os astronautas dos raios ultravioletas da luz solar. No entanto, é possível levantar o visor em alguns momentos da caminhada, ainda que durante pouco tempo.


Só ou em duplas.
As caminhadas espaciais costumam ser realizadas de maneira solitária ou em par devido aos poucos trajes que existentes na nave.


Mutação
O espaço possui muitos tipos de radiações, Raios X, raios ultravioletas e radiações gama. Estando neste ambiente e sem o traje espacial, esses fatores afetariam o seu DNA de um jeito tão intenso que chegaria a ponto de conseguir desenvolver um câncer em qualquer parte de nosso corpo e em questão de minutos. Além disso, poderia mudar partes do seu corpo alterando a forma, tamanho e até textura.

Tecnologia do Blogger.